Mulher empurrada no Metrô de SP volta ao local da queda e chora: ‘Estou com muito medo’

atendente Jussara Araújo de Souza, 23 anos, que foi empurrada para os trilhos do Metrôde São Paulo na tarde deste terça-feira (9), voltou ao local onde sofreu a queda, na noite desta quarta-feira (10), na estação Conceição da Linha 1 Azul. Muito nervosa, ela começou a chorar ao lembrar dos momentos aterrorizantes que viveu na plataforma. “Está passando tudo de novo na minha cabeça, estou com muito medo”, disse ela.

Mas não foi por superação que ela voltou a fazer o trajeto que tem feito diariamente nos últimos seis meses para chegar ao trabalho, mas por necessidade. “Estou sentindo muitas dores no corpo e nos 30 pontos na minha perna. O médico do IML me deu um dia de afastamento, mas não tenho condições de trabalhar. Preciso que o médico me dê mais dias para me recuperar”, enfatiza.

Jussara tem medo de perder o emprego, pois está em fase de treinamento, mas precisa dele para sustentar os três filhos. Ela foi até a lanchonete em que trabalha para pedir ao chefe mais tempo para ficar em casa e se recuperar das lesões.”Não sei como vai ser a minha rotina daqui pra frente, não sei se vou conseguir andar de Metrô de novo todos os dias”, lamenta o ocorrido.

Jussara tem medo de perder o emprego, pois está em fase de treinamento, mas precisa dele para sustentar os três filhos. Ela foi até a lanchonete em que trabalha para pedir ao chefe mais tempo para ficar em casa e se recuperar das lesões.”Não sei como vai ser a minha rotina daqui pra frente, não sei se vou conseguir andar de Metrô de novo todos os dias”, lamenta o ocorrido.

Comentários

Acesso em 17/01/2018 21:45.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/brasil/mulher-empurrada-no-metro-de-sp-volta-ao-local-da-queda-e-chora-estou-com-muito-medo/.