GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Brasil

Mulheres veem mais pornografia no celular do que homens, aponta pesquisa

Quando o assunto é pornografia , os homens ainda são os maiores consumidores. Entretanto, pesquisa recente mostra que se o recorte for pornografia no celular ou em aparelhos móveis, as mulheres estão disparadas na liderança.

De acordo com dados levantados pelo site “PornHub” e compartilhados em uma reportagem do jornal britânico “Mirror”, 80% do tráfego de pornografia no celular  ou aparelhos móveis vem de mulheres. Os aparelhos portáteis são a fonte preferida para assistir a esse tipo de conteúdo, independente do sexo. Do total de acessos, 72% têm como origem celulares, smartphones o tablets. Os 28% restantes são referentes a desktops.

Os dados da pesquisa se referem a fevereiro de 2017. Até esse mês, das mulheres que assistiam à pornografia, 71% usaram smartphones para isso e apenas 8% escolheram tablets.

No grupo que usa os celulares, a maioria é composta por jovens e adultas – 78% delas têm idades que variam de 18 a 34 anos.

Segundo a pesquisa, conforme a mulher fica mais velha, aumenta também a percentagem daquelas que preferem consumir esse conteúdo adulto por desktops. Na faixa dos 35 aos 44 anos, a relação é 73% para smartphones e 18% para desktops. Já na faixa dos 55 aos 64 anos, o número de quem prefere os smartphones cai para 48%, enquanto o número das que usam desktops sobe para 37%. Os valores mudam ainda mais a partir dos 65 anos, quando apenas 36% das mulheres optam por celulares e 49% usam desktop. Em todos os itens acima, o restante das mulheres usa tablet para consumir pornografia.

Perfil dos homens

O comportamento dos homens em relação a qual aparelho preferido é semelhante aos das mulheres. Os mais novos são os adeptos dos vídeos pelo celular, enquanto os mais velhos seguem diante do desktop.

Números gerais

No começo do ano, o mesmo site fez uma pesquisa que detalhava como era o consumo de vídeos pôrnos, seja no caso de pornografia no celular ou em qualquer outro aparelho. O Brasil, de acordo com os dados, foi o 10º país que mais acessou pornografia no mundo em 2016. O líder foram os Estados Unidos. Se o parâmetro for tempo em sites com conteúdo adulto, o Brasil ficou com a 19ª colocação, com uma média de pouco mais de oito minutos a cada acesso.

 

iG

Postagens relacionadas

Oposição e manifestantes pedem saída de Temer e eleição direta para escolha de novo presidente

Gilberto Silva

Gretchen ameaça processar Carlos Bolsonaro por ofender seu filho Thammy Miranda

Gilberto Silva

Nenhuma aposta acerta as seis dezenas da Mega-Sena; confira resultado

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies