GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Brasil

PL de Dulce Miranda cria Programa Nacional Contra a Morte Súbita

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 5155/16, da deputada Dulce Miranda (PMDB-TO), que cria o Programa Nacional Contra a Morte Súbita. “Estima-se que, no Brasil, morram aproximadamente 300 mil pessoas por ano por morte súbita”, argumenta a parlamentar. “A maioria das mortes é proveniente das chamadas arritmias cardíacas, causadoras de fibrilamentos”, complementa.

Pela proposta, o Poder Executivo deverá regulamentar o programa em até 180 após a publicação da lei, se aprovada, definindo, por exemplo, a quantidade de Desfibriladores Externos Automáticos (DEA) que deverão existir em locais públicos e privados de acesso público.

O DEA é um dispositivo eletrônico portátil com capacidade para diagnosticar fibrilação ventricular ou taquicardia ventricular, bem como emitir sinal de alerta para a aplicação de descarga elétrica que restabeleça o ritmo cardíaco normal.

Segundo o texto, os DEA deverão ser instalados em lugares sinalizados e de fácil acesso para sua utilização em caso de situação de emergência. O descumprimento da medida ensejará multa que variará entre R$ 5 mil e R$ 200 mil, conforme graduação estabelecida pelo órgão regulamentador.

O projeto prevê, como outras ações do programa, a promoção da capacitação de pessoas, incluindo desportistas, para os procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar básica e do uso dos DEA; e a apresentação de informações e estatísticas sobre a morte súbita e os riscos em nível nacional.

Tramitação

De caráter conclusivo, a proposta será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Postagens relacionadas

Bancos abrem de manhã na véspera do Natal

Gilberto Silva

Bolsonaro defende união e anuncia nomes para eventual ministério

Gilberto Silva

Para se aproximar de jovens, Temer grava vídeo dizendo que assiste “Casa de Papel”

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies