Escolas Estaduais Agopecuárias participam da abertura da Feira Agrotecnológica de Almas

A mudança no perfil do agricultor rural e a importância da educação para o desenvolvimento no campo foram pontos destacados por gestores, empresários, autoridades e comunidade durante a abertura oficial da Feira Agrotecnológica de Almas (AgroAlmas). O evento, que ocorreu no Colégio Agropecuário de Almas durante os 13 e 14 é uma realização do Governo do Tocantins, com o objetivo de apresentar os resultados positivos do Plano ABC, que trata da Agricultura de Baixa emissão de Carbono.

O grupo de dança Jiquitaia, formado por estudantes do Colégio Estadual Dr. Abner Araújo Paccini, realizou apresentações de sússia, dança tradicional nas comunidades tocantinenses. Durante a solenidade, a equipe escolar homenageou a diretora da Escola Agrícola de Almas, Dolores Lima. A coordenadora de apoio pedagógico, Sandra Maria Miranda, frisou que a equipe escolar é fundamental para o desenvolvimento educacional. “Agradecemos o esforço, e a compreensão de todos, que é o que mantém a escola como uma instituição verdadeiramente educadora e próspera. A professora Dolores crê no processo de mudança, na humanização da sociedade e demonstra isso no cotidiano”, disse.

Dolores Lima destacou a satisfação em conseguir que a feira fosse realizada na unidade escolar e agradeceu o empenho e comprometimento dos envolvidos na realização do evento. “Chegamos à 2ª edição da AgroAlmas, esse resultado mostra como o conhecimento proporciona o desenvolvimento local, e que com parcerias conseguimos atender os anseios dos produtores, dos nossos alunos que estão se qualificando para o mercado de trabalho”, finalizou.

Além do Colégio Agropecuário de Almas, que sedia o evento, participam da feira mais de 100 alunos da Escola Estadual Agrícola David Aires França, de Arraias; do Colégio Agropecuário de Natividade, do Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, de São Salvador do Tocantins. Atualmente, a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) possui 11 unidades escolares nos cursos técnicos das áreas agrícolas, atendendo cerca de 1500 estudantes.

Representando a secretária professora Wanessa Zavarese Sechim, a diretora Regional de Educação, Jane de Cassia Ribeiro Maciel, destacou a importância da ação para o desenvolvimento da agricultura na Região Sudeste, além do fortalecimento das escolas do campo. A diretora disse ainda que “a feira é a concretização de um sonho e que tem grande relevância para a escola, alunos e professores no fortalecimento do processo ensino aprendizagem, pois, durante o evento, serão socializados projetos e ações que os alunos estão desenvolvendo”.

O técnico do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) em Almas e organizador da feira, João Filho, salientou que durante o evento os visitantes conheceram vantagens da Integração da Agropecuária e ferramentas tecnológicas.

AgroAlmas

A feira conta com a participação de instituições financeiras, exposições de máquinas, equipamentos, motos, bovinos, aves, suínos e uma demonstração do Sistema Integrado de Produção de Alimentos, o Sistema Embrapa.  Mais de 1.000 pessoas, entre alunos, agricultores, técnicos, estão envolvidas com o evento. A estimativa da organização é que nos dois dias de feira, mais de 5.000 pessoas passaram pelo local.

ATN TO

Comentários

Acesso em 25/09/2018 10:53.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/escolas-estaduais-agopecuarias-participam-da-abertura-da-feira-agrotecnologica-de-almas/.