“Justiceiro” que fez tatuagem na testa do adolescente já foi preso e condenado por roubo

Wesley (o tatuador) e Ronildo (que filmou a tortura) estão presos (Reprodução)

Um dos homens que participou do crime de tortura ao tatuar a frase “eu sou ladrão e vacilão” na testa de um adolescente já foi preso por roubo. Ronildo Moreira de Araújo, que filmou toda a ação de tortura, foi preso em flagrante e condenado a 5 anos e 4 meses de prisão, cumpridos em regime aberto e semiaberto. As informações são do site Buzzfeed.

Ronildo foi preso com um comparsa, Wagner Jesus do Nascimento. À época, como consta no boletim de ocorrência, os dois foram presos por roubar a bolsa de uma idosa e fugir de carro. No decorrer do processo, Ronildo disse que não participou do crime.

(Com informações de Buzzfeed)

Comentários