GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Mundo

ONG aponta que há mais de 20 milhões de pessoas no Iêmen e na Somália que enfrentam a fome

O comitê Internacional da Cruz Vermelha alertou nesta quarta-feira (22) que há uma janela de três a quatro meses para evitar fome em massa no Iêmen e na Somália, segundo a Reuters.

A estimativa da ONG aponta que há mais de 20 milhões de pessoas no Iêmen, na Somália, no Sudão do Sul e no nordeste da Nigéria que enfrentam a fome. “Provavelmente temos uma janela de três a quatro meses para evitar um pior cenário”, afirmou o diretor de operações da Cruz Vermelha , Dominik Stillhart, em uma entrevista coletiva.

A estimativa de pessoas que passam fome feita pela Cruz Vermelha ainda é inferior a divulgada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o Iêmen. Segundo a ONU, aproximadamente 17 milhões de cidadãos iemenitas, dois terços da população do país, necessitam de assistência urgente para evitar o risco de morrerem de fome nos próximos meses.

O Iêmen enfrenta atualmente a crise de fome mais grave do mundo, segundo as conclusões do relatório da ONU sobre Segurança Alimentar e Nutrição de Emergência de fevereiro de 2017, segundo a agência Efe.

O número de pessoas em risco de crise de fome no país aumentou 21% desde junho do ano passado e a situação de “emergência” alimentar ou de “crise” já afeta 20 das 22 províncias do país.

G1

Postagens relacionadas

Gato portador do coronavírus na Bélgica, um caso “isolado” segundo especialistas

Gilberto Silva

Polícia Civil prende dois homens suspeitos de traficar drogas em Palmas

Gilberto Silva

Índia tem pior dia da pandemia e sistema de saúde entra em colapso

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies