GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

BR-153 nas proximidades de Colinas do Tocantins ficou interditada

Em decorrência da interdição da BR-153 no quilômetro 219 nas proximidades de Colinas do Tocantins, a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) orienta os motoristas a utilizarem como rota alternativa, tanto de Norte para o Sul, quanto do Sul para o Norte, o trecho de 190 km que sai de Colinas do Tocantins pela TO-335, passando por Palmeirante e seguindo até Bielândia pela TO-222 para chegar em Araguaína e retomar a BR-153.

Esse trajeto possui um trecho de 20 km que vai do entroncamento da BR-153 até o pátio ferroviário da Ferrovia Norte-Sul que exige maior atenção do motorista por causa dos buracos que surgiram com o período chuvoso, mas os outros 170 km estão em boas condições.

O outro trecho de 135 km indicado pela Polícia Rodoviária Federal, que passa pelas TO-230, TO-164 e TO-335, nos municípios de Arapoema/Bernardo Sayão/Colinas não suporta tráfego intenso e pesado de carros e Caminhões.

A TO-222, por exemplo, é uma das rodovias beneficiadas com obras financiadas pelo Banco Mundial através do Contrato de Reconstrução e Manutenção de Rodovias (Crema). A empresa responsável pela via realiza serviços no local.

Por consequência da intensificação do tráfego nas rodovias estaduais, a Ageto irá monitorar o trecho na tentativa de evitar desgaste na via já que a análise da BR-153 ainda não foi feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e por isso não existe prazo para liberação da rodovia federal.

Entenda o caso

A interdição no km 219 na BR-153 no município de Colinas do Tocantins ocorreu às 10h25 desta quinta-feira, após análise de técnicos do DNIT que constataram defeito na pista, com risco de desmoronamento. A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) está, desde o primeiro momento, realizando a orientação de trânsito no local e garantindo a segurança dos usuários da rodovia.

Os trabalhos de recuperação já foram iniciados. A equipe trabalha intensamente no local, e se o clima se mantiver estável, a previsão de liberação do tráfico ocorrerá às até às 22h, mas esse prazo está sujeito a alteração.

Conforme o DNIT e a empresa responsável pela manutenção da rodovia naquela trecho, no local existem três galerias construídas para a passagem de água fluvial. Porém, ao lado existe um bueiro desativado. As fortes chuvas que caem na região ocasionaram uma grande infiltração no bueiro desativado, o que causou erosão interna no canal de passagem sob a rodovia federal.

(Com informações da Ageto e da PRF/TO)

Postagens relacionadas

Projeto contemplado pela Lei Adir Blanc apresenta tradições tocantinenses aplicadas em vestuário de origem afro

Gilberto Silva

Governo encaminha projeto da Lei Orçamentária para a Assembleia Legislativa

Gilberto Silva

Médico é afastado após xingar de ‘imbecil’ morador que pedia ajuda

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies