Combate a queimadas terá apoio do Exército Brasileiro em Araguaína

Com a presença de representantes de 13 entidades locais, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, recebeu na tarde desta sexta-feira, 6, na sala de reuniões do gabinete, o coronel do Exército Lautier Barbosa de Azevedo, do 50° Batalhão de Infantaria de Selva (50 BIS). A visita foi para estreitar os laços com as entidades e apresentar a Operação Verde Brasil do Exército Brasileiro na região de atuação do comando.

O coronel ainda disponibilizou 180 militares e o disk denúncia 0800 258 0008 para combate a queimadas e crimes ambientais na cidade e região. “Saber que temos um efetivo grande à nossa disposição traz tranquilidade. Nós nunca tivemos esse apoio”, citou o prefeito Ronaldo Dimas, lembrando do sofrimento da população com incêndios como o que afetou fazendas na região de Carmolândia em 2017.

Operação Verde Brasil
A Operação Verde Brasil foi criada para planejar ações de prevenção e repressão a crimes ambientais, além do levantamento e combate a focos de incêndio, em conformidade com o Decreto Presidencial n° 9.985/2019. O documento regulamenta o emprego das Forças Armadas nesse trabalho no período de 24 de agosto a 24 de setembro.

Segundo o coronel Lautier, a operação foi dividida em duas fases: a do levantamento e combate a focos de incêndio e a do combate a crimes ambientais. “Nossa área de atuação abrange 36 cidades do Tocantins e 45 do Maranhão. Estão fazendo reconhecimentos terrestres e aéreos e os principais problemas ambientais da região são a extração ilegal de madeira, a cultura de drogas e focos de incêndios”.

Focos sob controle
Para o comandante do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Ciro Cardoso Guimarães Filho, este ano, os focos da região de Araguaína estão na normalidade. “Foram 182 atendimentos, sendo 90% na zona urbana. Na atual gestão do Município, a gente conseguiu o apoio dos brigadistas, que passaram a trabalhar conosco e só devolvemos quando chover de verdade. Essa disponibilidade do Município faz toda a diferença”.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Júnior Marzola, disse que os projetos com os produtores da região também estão contribuindo para diminuir os focos. Ele citou que em 2017 foram mais de cinco mil focos de incêndio registrados só em Araguaína.

O coronel do Exército Lautier Barbosa também confirmou a diminuição dos focos na região. “Em nossos levantamentos, foi comprovado que o combate e a consequente diminuição dos focos de incêndio na Região Tocantina estão sendo atingidos”.

Representatividade
Após o encontro, foi anunciado pelo coronel Lautier a criação de um grupo de WhatsApp com os representantes das entidades presentes para dar mais agilidade nas ações.

Estiveram presentes representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF); Polícia Federal (PF); Polícia Militar (PM); Fundação Nacional do Índio (Funai); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Corpo de Bombeiros Militar; Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara); Companhia Militar Ambiental; Promotoria de Justiça; Fundação Nacional do Índio (Funai); Defesa Civil Municipal; Sindicato Rural de Araguaína (SRA); além das secretarias municipais do Meio Ambiente e Infraestrutura e Agência Municipal de Transporte e Trânsito (ASTT).

“Saber que temos um efetivo grande à nossa disposição traz tranquilidade. Nós nunca tivemos esse apoio”, citou o prefeito Ronaldo Dimas, lembrando do sofrimento da população com incêndios como o que afetou fazendas da região de Carmolândia em 2017


A visita foi para estreitar os laços com as entidades e apresentar a Operação Verde Brasil do Exército Brasileiro na região de atuação do comando

Ascom

Comentários

Acesso em 21/09/2019 12:02.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/tocantins/combate-a-queimadas-tera-apoio-do-exercito-brasileiro-em-araguaina/.