GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
NotíciasTocantins

Detectado caso positivo de febre amarela em macaco no município de Porto Nacional TO

 

A Prefeitura de Porto Nacional, por meio da Secretaria Municipal de Saúde informa que ocorreu no município um caso positivo de epizootia de primata (morte de macaco) referente à doença de febre amarela no setor Jardim dos Ypês.

A febre amarela é uma doença febril aguda, não contagiosa, de curta duração (no máximo12 dias), cuja letalidade varia de 5 a 10% nos casos. Essa doença tem potencial de disseminação e transmissão bastante elevado, por isso é importante que a notificação de casos suspeitos seja feita o mais brevemente possível. A doença é transmitida ao macaco na zona rural pelo mosquito demagogus e sabedes e na área urbana pelo Aedes aegypti o mesmo vetor que transmite a Dengue, Zika e Chikungunya.

A melhor forma de prevenção é através da eliminação dos criadouros, locais com acúmulo de água parada, limpeza dos quintais e dos terrenos baldios. Outra forma de prevenção é a vacina contra febre amarela, disponível nas unidades de saúde aos pacientes com idade acima de 09 meses, no entanto é necessário verificar seu cartão de vacina, os critérios para ser imunizado e o cronograma de vacinação da Unidade Básica de Saúde (Posto) de sua área de abrangência.

MEDIDAS DE CONTROLE

Apesar de em Porto Nacional não ter nenhum caso notificado de febre amarela em humanos a Prefeitura e Secretária Municipal de Saúde estão rotineiramente tomando as providencias legais preconizadas pelo Ministério da Saúde, onde os setores da Vigilância Ambiental em Saúde e Imunização estão realizando no local, ações de controle vetorial, captura e eliminação dos vetores, orientação em saúde e atualização do cartão de vacina da população da área de ocorrência do caso.

É importante ressaltar que os primatas (macacos) servem de objetos de monitoramento da doença, e caso a população encontre este animal doente ou morto, comunique ao setor de zoonoses na sede da Secretária Municipal de Saúde. Vale lembrar que os primatas não são transmissores da doença, mas vítimas do mosquito.

Assessoria de Comunicação

 

Postagens relacionadas

Prefeitura de Araguaína inicia preparativos para novo hospital de campanha com 60 leitos até setembro

Gilberto Silva

Justiça determina que ex-secretário de finanças de Nova Olinda utilize tornozeleira eletrônica

Gilberto Silva

Presidente da Aleto assina termo de cooperação com o TRE

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies