GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Detran do Tocantins orienta condutores sobre como fazer viagens seguras

Festividades de fim de ano e período de férias, que se estende de janeiro até fevereiro com a chegada do carnaval. De dezembro a fevereiro é notável o aumento no fluxo de veículos trafegando pelas vias municipais e intermunicipais, estaduais e interestaduais e federais. Porém não só nesses meses, mas quando se trata do trânsito, deve- se tomar precauções o ano todo.

O Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO) alerta os condutores de veículos que pretendem viajar no período de carnaval, e também aqueles que estão transitando nas cidades, que é fundamental estar sempre com o veículo revisado. O alerta também vai para os carros maiores, como os ônibus de linha, que nesse período tem um aumento considerável da frota e da disponibilidade desses veículos, com o aumento de passageiros.

Na revisão preventiva devem-se checar os freios, faróis, limpadores de pára-brisa, sistema elétrico, estepe, calibrar os pneus, e que estes estejam em bom estado de conservação, níveis de óleo do motor e fluídos de freio, chave de roda, triângulo e demais itens de segurança.

Nas cidades e nas estradas, os condutores devem respeitar a sinalização; estar com os documentos de porte obrigatório do condutor e do veículo – Carteira Nacional de Habilitação (CNH), IPVA e Licenciamento em dia; obedecer às regras para o transporte de menores de acordo com a idade; usar o cinto de segurança – condutor e passageiros; e transportar somente a quantidade de passageiros permitida para o veículo. Se entre os ocupantes do carro existir crianças e adolescentes, estes devem portar a Certidão de Nascimento ou a Carteira de Identidade.

Para o gerente de Fiscalização e Segurança do Detran, capitão Geraldo Magela, todo o cuidado ainda é pouco quando se trata da preservação de vidas. “Pegar a estrada é uma grande responsabilidade. Você está lidando com a sua própria vida e com a de terceiros, estejam eles no seu veículo ou não”, disse.

Transporte de passageiros

Para viagens intermunicipais e interestaduais as práticas preventivas também são de fundamental importância. De acordo com Resolução 643/2004 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), órgão que regulamenta e fiscaliza os transportes no ramo rodoviário do país, fica obrigatório que o motorista repasse aos passageiros as instruções de segurança e recomende o uso do cinto de segurança durante todo o percurso.

Aos passageiros existem algumas regras de segurança, como, usar o cinto de segurança, manter-se sentado e com o cinto atado ao corpo enquanto o ônibus estiver em movimento; evitar falar com o motorista, exceto em casos de extrema importância; levar na bagagem de mão objetos pequenos, leves e necessários, e as malas grandes devem ser guardadas no bagageiro do ônibus.

Transporte de menores

Crianças de até um ano de idade devem ser transportadas no bebê conforto, virado e com a criança de costa para os bancos dianteiros. Para as crianças de um a quatro anos de idade, deve-se utilizar a cadeirinha. Já para os menores que têm de quatro a sete anos, a regra é o uso do assento de elevação, e para os que possuem entre sete e meio, e dez anos, a legislação estabelece que o transporte deva ser feito no banco traseiro e com cinto de segurança.

ATN/TO

Postagens relacionadas

Justiça Eleitoral torna inelegível Mauro Carlesse, governador do Tocantins

Gilberto Silva

Araguaína – PM apreende carga de madeira irregular e autua dois indivíduos na Rodovia BR 153

Gilberto Silva

Valderez comemora assinatura para obras de pavimentação em Filadélfia

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies