Governo anuncia fusão de delegacias e mudanças na estrutura da Polícia Civil

A cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins anunciou nesta terça-feira (13) uma série de mudanças no funcionamento da Polícia Civil. Uma das mais importantes é nas delegacias que investigam casos de corrupção. Todas elas passam a ser subordinada a uma diretoria em Palmas.

A novidade é que além da Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública (Dracma), que é especializada no tema, as Delegacias de Investigações Criminais (Deics) de todo o Tocantins também passam a ser subordinada ao Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco).

Além delas, as delegacias que investigam furtos e roubos de veículos, crimes cibernéticos e tráfico de drogas foram unificadas.

Operações como a Catarse, que investiga a existência de funcionários fantasmas no governo do estado e Via Avaritia, que apura fraudes em contratos da infraestrutura; passam a ser conduzidas pela nova diretoria. O titular será o delegado Evaldo de Oliveira Gomes, que era da Deic de Palmas. O secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, informou a portaria não vai transferir delegados.

“Não haverá nenhuma alteração com a portaria que será publicada hoje à noite. A gente terá a lotação destes delegados na divisão, então se eles estavam lotados na delegacia passam a ser lotados na divisão e continuarão normalmente com as investigações que estão em andamento”.

Também houve fusões em outras áreas. A Delegacia da Criança e do Adolescente, a do Idoso e a de Crimes contra o Consumidor vão formar a Delegacia de Atendimento a Vulneráveis em Palmas. As delegacias de conflitos agrários e a de meio ambiente também serão unificadas.

Todas as alterações devem ser publicadas no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (13).

“Nós estamos nos preparando para atender melhor à população. A gente percebeu que algumas unidades de polícia tinham um efetivo muito pequeno e uma demanda muito grande todos os dias. A população batia muito à porta e nem sempre tinha o efetivo para atender. E identificamos que outras unidades tinham um efetivo razoável, confortável, mas uma demanda muito baixa”, disse Sampaio.

G1

Comentários

Acesso em 11/12/2019 16:55.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/tocantins/governo-anuncia-fusao-de-delegacias-e-mudancas-na-estrutura-da-policia-civil/.