Guarda Metropolitana resgata animais silvestres em cativeiro na região central de Palmas

A Inspetoria Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) resgatou nesta quinta-feira, 17, 37 espécimes de animais silvestres, em situação de cativeiro, em uma residência na Arso 102, região central da Capital.

A descoberta do cativeiro aconteceu após denúncias de focos de dengue na residência que estaria abandonada. Agentes de Endemia em conjunto com a GMP entraram no local com o auxílio de um chaveiro. Os animais foram encontrados em estado de abandono e maus-tratos.

A equipe ambiental da GMP resgatou 11 aves e 26 animais silvestres. Entre as espécies recuperadas estão araras-canindé, periquitos australianos e porcos-da-índia. O chefe da Inspetoria Ambiental, Carlos Lima, explica que a criação de animais silvestres sem a devida autorização pelos órgãos competentes é crime e o valor da multa é de R$ 500 reais podendo chegar até R$2.000 mil por animal.

Foto: Regiane Rocha

“Realizamos o auto de infração no valor de R$ 21 mil, e estamos em busca dos responsáveis pela guarda ilegal dos animais, que serão indiciados por crime ambiental”, completou o chefe da inspetoria. Os animais resgatados foram encaminhados para o Centro de Fauna, do Instituto de Natureza do Tocantins (Naturatins).

Foto: Regiane Rocha

Comentários

Acesso em 19/04/2019 13:51.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/tocantins/guarda-metropolitana-resgata-animais-silvestres-em-cativeiro-na-regiao-central-de-palmas/.