GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Homem inconformado com fim de relacionamento é preso pela Polícia Civil após perseguir e ameaçar ex-namorada

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 8ª Delegacia de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (8ª DEAMV), de Porto Nacional, cumpriu, na última sexta-feira, 1º, um mandado de prisão preventiva, expedido em desfavor de homem investigado pelo crime de descumprimento de medidas protetivas de urgência.

 

De acordo com a delegada adjunta da 8ª DEAM, Fernanda de Siqueira Correia, em janeiro deste ano, a vítima registrou Boletim de Ocorrência, informando que estava sendo perseguida e ameaçada pelo ex-namorado, uma vez que ele não se conformava com o término do relacionamento. Ao registrar o BO, a vítima requereu medidas protetivas de urgência, as quais foram deferidas por meio de decisão judicial.

 

“Mesmo após solicitar a intervenção do Judiciário e da Polícia Civil, em fevereiro, a vítima retornou à 8ª DEAMV e informou que o ex-namorado estava descumprindo as medidas protetivas e continuava lhe perseguindo, inclusive indo ao seu local de trabalho”, ressaltou a delegada. Por essa razão, foi instaurado novo Inquérito Policial para investigar o crime tipificado no art. 24-A da Lei nº 11.340/06. Em seu interrogatório, o investigado foi novamente advertido quanto às implicações do descumprimento das medidas protetivas, que poderiam culminar em sua prisão.

 

“Não obstante, o investigado voltou a entrar em contato com a vítima, enviando-lhe e-mails, cujo fato foi novamente comunicado a esta especializada. Na ocasião, a vítima afirmou que temia por sua integridade física e psíquica”, disse a autoridade policial.

 

Diante da reiteração delitiva, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, e no dia 01/04/2022 a 2ª Vara Criminal de Porto Nacional decretou a prisão do representado. Logo após a emissão do respectivo mandado de prisão, a equipe da 8ª DEAMV imediatamente passou a empreender diligências, logrando êxito em localizar o investigado na mesma data, no período noturno.

 

Após ser detido, o investigado foi encaminhado à 11ª Central de Atendimento da Polícia Civil, de Porto Nacional. Após a realização das providências legais cabíveis, foi encaminhado a Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, à disposição da Justiça.

“A Polícia Civil do Tocantins reafirma seu compromisso em garantir a proteção de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, de modo a evitar a reiteração delitiva e especialmente a ocorrência de crimes mais graves, como o feminicídio”, frisa a delegada Fernanda de Siqueira.

 

SSP TP

Postagens relacionadas

Mulher que morreu esperando vaga de UTI enviou áudio para a família falando sobre medo de não resistir: ‘Me deixaram’

Gilberto Silva

Justiça Federal em Araguaína tem estrutura ampliada para atender demanda processual com mais celeridade

Gilberto Silva

Assembleia concede título de Cidadão Tocantinense ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies