GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Irisneide é eleita corregedora geral da defensoria pública do Tocantins

A Defensora Pública da Classe Especial, Irisneide Ferreira dos Santos Cruz foi eleita Corregedora Geral da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, para o biênio 2017/2019. A eleição aconteceu na manhã desta sexta-feira (17), em sessão do Conselho Superior, na sede da Instituição, em Palmas. Irisneide teve seis votos do Conselho Superior contra quatro da candidata Maria do Carmo Cota e um de José Marcos Mussolini.

Com 22 anos de carreira como Defensora Pública no Tocantins, Irisneide está empolgada com a nova missão. “É um resultado que me deixa muito feliz, uma empreitada nova. Mas acredito que o conhecimento que adquiri nestes anos de carreira como Defensora vai ser importante para realizar um trabalho mais focado no acompanhamento e orientação do Defensor, que acredito que é o mais importante”, expressa a Defensora Pública. Ela ocupa a vaga de Estellamaris Postal, que segue como Corregedora Geral até o dia 28 de fevereiro, quando passará a atuar como Subdefensora Pública-Geral.

Eleição

A sessão do Conselho Superior foi presidida pelo defensor público-geral, Murilo da Costa Machado, e contou com a participação dos defensores públicos conselheiros Estellamaris Postal, Neuton Jardim, Alexandre Augustus El Zayek, Arthur Luiz Pádua Marques, Luís Gustavo Caumo, Danilo Frasseto Michelini, Rubismark Saraiva e Elson Stecca .

A Comissão Eleitoral da eleição para Corregedor Geral foi composta pelos defensores públicos Fabrício Barros Akitaya (Presidente), Fabrício Silva Brito (Secretário) e Larissa Pultrini (Membro), figurando ainda como suplentes os defensores públicos Andréia Sousa e Leonardo Coelho.

Perfil

A Defensora Pública de 1ª classe Irisneide Ferreira dos Santos Cruz nasceu em 1º de março de 1970, na cidade de Wanderlândia-TO. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Goiás, em 1993. É pós-graduada em Direito Civil e Processo Civil pela Unitins. No ano de 1994 ingressou na Defensoria Pública do Estado do Tocantins, na Comarca de Ananás, onde ficou um ano e meio. Em Araguaína, atuou na 1ª Vara Criminal e Tribunal do Júri, por cerca de oito anos.

Fonte: Defensoria Pública-TO

Postagens relacionadas

Tocantins apresenta avanços na educação indígena

Gilberto Silva

CarnaPraça terá programação de três dias e atrações nacionais

Gilberto Silva

16 presos ainda estão foragidos da unidade Barra do Grota em Araguaína

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies