Meio Ambiente: Garrafas PET e papel utilizados nas Zonas Eleitorais durante o 1º e 2º turno das Eleições serão reciclados

Durante o 1º e o 2º turno das Eleições Gerais 2018, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, por meio do Núcleo de Gestão Socioambiental (Nuges) mobilizou todas as zonas eleitorais e mais de 16 mil mesários  para colocar em prática os 5 R da Sustentabilidade e, assim, proporcionar que os materiais de consumo como papel e garrafas PET retornassem para a sede do TRE-TO para ser Reciclado e Reutilizado.

A iniciativa integra o Projeto Eleições Sem Sujeira, candidato que suja a cidade não merece o seu voto, realizado em todas as zonas eleitorais do Estado.

Papel

Na 1ª Zona Eleitoral de Araguaína, a equipe do cartório eleitoral reutilizou os papeis de rascunho que normalmente iriam para o lixo comum.  O verso em branco das folhas foi aproveitado para a impressão  da relação dos candidatos e avisos.  “Reutilizamos em torno de 5.500 folhas no 1º turno, a maior parte eram declarações antigas e documentos que não tinham  mais utilidade. No 2º turno, conseguimos reutilizar uma média de 500 folhas”, explicou o chefe de cartório, Amilton Brasileiro.

Garrafas

Na 27ª Zona Eleitoral de Wanderlândia, das 2.600 garrafas PET de água mineral encaminhadas pelo TRE-TO para serem utilizadas no 1º e 2º turno das Eleições entre os mesários e equipe de apoio, os servidores conseguiram redirecionar à sede uma média de 2.151 garrafas.

“Devo ressaltar que houve o comprometimento de todos os envolvidos, principalmente os mesários que seguiram as orientações para o sucesso do projeto. Não posso deixar de mencionar que o espírito da sustentabilidade tomou conta de toda equipe, que ao visualizar o grande número de garrafas organizadas depois da coleta, já no cartório, perceberam o impacto ambiental que deixou de existir e a importância dessa atitude, tão simples, mas efetiva. Acredito que esse projeto piloto deva ser levado a todas as zonas eleitorais no próximo pleito, pois além de fácil execução, há adesão de todos em envolvidos”, disse o chefe de cartório Glaubber do Brasil Pinheiro.

Logística

A coordenadora do Nuges, Wagna Cristiane explicou que foram quase 70 mil garrafas de água mineral distribuídas em todo o Estado e que o Tribunal  conseguiu a adesão de 75% das Zonas Eleitorais. “Esse resultado foi bastante expressivo, considerando a dificuldade  de recolhimento e de transporte para Palmas, já que poucos municípios do Estado possuem plano de gestão integrada de resíduos sólidos. Além do mais, com esta ação fortalecemos a atuação das associações de catadores de materiais recicláveis, pois todo o material é doado, gerando economia, emprego e renda para os associados.

Destino

O objetivo do recolhimento das garrafas pet de água mineral pelas Zonas Eleitorais é reduzir a quantidade de resíduos direcionada para aterros e lixões, diminuindo assim o impacto ambiental decorrente da realização das eleições.

As garrafas pet serão reutilizadas para confecção de arranjos natalinos para uma instituição pública que trabalha com jovens reeducandos.

Dessa forma o TRE/TO está cumprindo o disposto da Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que prevê que os responsáveis pela geração de resíduos sólidos, por meio de suas atividades, devem desenvolver ações para a destinação final ambientalmente adequada desses materiais.

Lília Mara

Comentários

Acesso em 14/11/2018 17:22.
Link: http://portalgilbertosilva.com.br/noticias/tocantins/meio-ambiente-garrafas-pet-e-papel-utilizados-nas-zonas-eleitorais-durante-o-1o-e-2o-turno-das-eleicoes-serao-reciclados/.