GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Polícia Civil prende em Goiás segundo homem envolvido na morte da mãe de policial militar em Barrolândia

Um homem de 46 anos, suspeito de ser um dos autores da morte de uma senhora de 75 anos, no último dia 2 março de 2022, na cidade de Barrolândia, foi preso pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de ação realizada pela 65ª DP em conjunto com a Polícia Civil de Goiás, na tarde desta segunda-feira, dia 7, em Nova Crixás – Goiás.

A ação, que resultou na captura do indivíduo, foi coordenada pelo delegado-chefe da referida unidade policial, José Antônio da Silva e executada pela delegada e os agentes da Polícia Civil do município goiano, com o apoio da Polícia Militar local.

“Por meio de denúncia, um dos autores foi preso no mesmo dia do crime pela polícia militar, na cidade de Miranorte. Ele apontou o homem preso na data de hoje, o qual é seu tio, como sendo o autor intelectual e executor da morte da idosa. De posse da informação, imediatamente, representamos pela prisão preventiva do segundo criminoso que passou a ser considerado foragido da justiça”, disse a autoridade policial.

Na data de hoje, recebemos informação de que o mesmo estaria escondido na casa de parentes na cidade de Nova Crixás – GO. Desse modo, contando com apoio da delegacia de Polícia Civil daquela cidade, por meio de compartilhamento de informações, foi possível localizar o paradeiro e efetuar a prisão do homem, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Miranorte/TO.

Após ser preso, o homem foi conduzido até a Central de Atendimento da PC daquele município e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, encaminhado ao presídio de Nova Crixás, onde aguardará recambiamento para o Estado do Tocantins, a fim de que possa responder pelo crime.

Segundo o delegado José Antônio, a captura do segundo envolvido no crime bárbaro traz mais paz, tranqüilidade e sentimento de justiça à população de Barrolândia e região que ansiava pela elucidação do crime com as prisões dos envolvidos. “Trata-se de um crime bárbaro, cometido por motivo fútil e meio cruel, onde os suspeitos surpreenderam a vítima que estava sozinha e a atacaram com uma faca, e além de matar ainda roubaram pertences e incendiaram a residência da vítima”, disse a autoridade policial.

Ainda conforme o delegado, desde a data dos fatos, a Polícia Civil do Tocantins não mediu esforços para que o crime fosse esclarecido e os autores presos e trazidos à Justiça.

 

O crime

Por volta das 16h do último dia 2 de março, a vítima estava sozinha em sua residência no centro de Barrolândia, quando foi surpreendida e atacada por dois homens, que a mataram com vários golpes de faca, que atingiram, sobretudo, o pescoço. Antes de fugir, os autores, subtraíram vários pertences e ainda cortaram a mangueira do botijão de gás, provocando um incêndio de grandes proporções, que destruiu boa parte do imóvel.

SSP TO

Postagens relacionadas

Procon Tocantins apura vendas de lotes contaminados de marcas da cervejaria Baker

Gilberto Silva

Araguaína Mais Verão aposta na diversidade de estilos e movimenta a Via Lago

Gilberto Silva

Araguaína – Moto estacionada no Bairro São João tinha registro de roubo

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies