GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Presidente da Câmara de Divinópolis faz B.O após perceber sumiço de cofre, aparelho celular, impressora e botijão de gás

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 55ª Delegacia de Divinópolis, instaurou inquérito policial pra apurar a possível prática de crime de peculato ocorrido na Câmara Municipal de Divinópolis.

 

De acordo com o delegado-chefe da unidade, Manoel Frota Neto, o fato chegou ao conhecimento da Polícia Civil a partir do registro de Boletim de Ocorrência pelo atual presidente do órgão Legislativo. Fora comunicado o desaparecimento de alguns objetos integrantes do patrimônio público, que teriam desaparecido entre 2017 e 2020. Dentre os itens, se encontram um cofre, aparelho celular, uma impressora, e até mesmo um botijão de gás.

 

Agora, já com as investigações em andamento, tão logo sejam concluídas as diligências faltantes, haverá a remessa ao Ministério Público Estadual, para a adoção das medidas pertinentes contra os responsáveis. O crime de peculato é tipificado no Artigo 312 do Código Penal e pode resultar em uma pena de dois a 12 anos de prisão.

SSP TO

Postagens relacionadas

Jovem é morto a tiros na Avenida Filadélfia por desconhecidos que estavam em um carro

Gilberto Silva

MPE denuncia 19 detentos da Barra da Grota por crimes cometidos durante fuga

Gilberto Silva

Após deixar paciente em Araguaína, ambulância tomba na rodovia e enfermeira que estava no veículo socorre motorista desacordado

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies