GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Tocantins – Anúncio de vagas de emprego em presídios gera polêmica

23/02/2017 20h19 – Atualizado em 23/02/2017 21h06

A Polícia Federal do Tocantins se manifestou contra a contratação de funcionários sem o treinamento adequado para atuar em cadeias do estado. Em janeiro, uma reportagem mostrou que a empresa recebeu R$ 200 milhões do governo do Tocantins pelos serviços, mas a PF diz que a Umanizzare não tem autorização para atuar como empresa de segurança privada e recomendou o fim do contrato.

As vagas anunciadas são para agentes de proteção social. A informação é de que estes profissionais atuariam na logística dos detentos, dentro dos presídios.

Ao todo são 120 vagas e as únicas exigências são: ter mais de 18 anos, não ter antecedentes criminais e possuir o ensino médio completo. O salário anunciado é de R$ 1,4 mil e um adicional de periculosidade de 30%.

O governo do Estado afirma que as pessoas contratadas através do Sine vão trabalhar em atividades laborais e internas, como prevê o contrato entre o Governo e a empresa terceirizada e que isso não vai afetar a convocação dos concursados.

O concurso da defesa social foi homologado há uma semana e as convocações devem começar em março, segundo o governo.

A empresa Umanizzare diz que as vagas são para as atividades contratuais, tais como alimentação, projetos de ressocialização, ações de remição de pena, atendimentos médicos, odontológicos  e de suporte psicossocial e jurídico. A empresa disse ainda que a abertura de novas vagas é uma rotina normal da empresa, necessária para o desempenho das suas atividades.

Informações do G1 TO

Postagens relacionadas

Polícia Civil intensifica buscas a homem desaparecido em Dois Irmãos do Tocantins

Gilberto Silva

Só discuto aliança com PSDB quando o processo contra Cinthia for extinto, afirma Amastha

Gilberto Silva

Carlesse critica senadores tocantinenses que não participaram da audiência pública sobre a transposição do Rio Tocantins

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies