GS NOTÍCIAS – Portal Gilberto Silva
Tocantins

Tocantins – Indígena da etnia Krahô é condenado a 11 anos e 8 meses de prisão por homicídio qualificado

Em sessão ocorrida nesta terça-feira, 26, o Tribunal do Júri condenou a 11 anos e oito meses de reclusão o indígena Maurílio Cawar Krahô pelo assassinato de Hilário Nhúytin Krahô. O crime ocorreu em novembro de 2013, em Itacajá, mas em razão da transferência do foro, o julgamento foi realizado em Guaraí.

Segundo denúncia do Ministério Público, Maurílio matou Hilário asfixiado e a motivação teria sido porque ele não aceitava o fato de sua mulher ter se casado com a vítima enquanto ele estava preso, também pelo assassinato de outro indígena.

Em atuação em plenário, o promotor de Justiça Adriano Zizza Romero sustentou a tese de homicídio qualificado por utilização de meio cruel (asfixia), reconhecida pelo conselho de sentença.

Maurílio encontra-se preso na cadeia pública de Araguacema.

Postagens relacionadas

Homem que gravou vídeo dando tapas nas filhas se apresenta à polícia

Gilberto Silva

Carlesse entrega armamento e veículos à Polícia Civil

Gilberto Silva

Parque em Araguaína terá sessões de cinema gratuitas no fim de semana

Gilberto Silva

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies